terça-feira, 24 de junho de 2014

Bimbólicos Anónimos

Se há coisa que me faz confusão é o fenómeno das Bimbys. Vamos passar à frente a parte em que eu acho que aquilo é um desperdício gigante de dinheiro e que não poupa assim tanto trabalho quanto isso. Vamos fingir que eu acredito que sim senhora, aquilo dá jeito para imensas coisas, que há pessoas que ao contrário de mim não gostam, não têm jeito ou não têm tempo para cozinhar e que aquilo é a melhor coisinha que lhes apareceu à frente e que o bacalhau com natas ou espiritual ou o raio que parta feito naquilo é divinal e que sem Bimby a vida não existe. Vamos até fingir que grande parte das gajas que compram a Bimby é mesmo porque precisam dela e não porque todas as outras gajas lá no trabalho também têm e se ela não tiver não faz parte do grupo dos fixes.
Vamos passar isso tudo à frente, porque o que eu gostava mesmo de saber é porque raio é que as pessoas que têm Bimbys agem como se toda a gente nascesse com uma Bimby colada a ela. Portanto é como se não houvesse vida antes da Bimby e como se não existisse criatura no mundo que não a tivesse. Claro, porque aquilo é barato e tudo, que é isso, mil e tal euros por um robot de cozinha, uma pechincha?! Mas que merda é que lhes metem na cabeça quando compram aquela treta que acham mesmo que toda a gente tem uma porra daquelas em casa e vai dai passam a falar bimbês, e cada vez que explicam uma receita, por mais básica que seja, vamos supor, um leite creme, têm que explicar como se faz na Bimby, porque toda a gente sabe que nunca na vida alguém fez um leite creme no raio de um tacho! Epá e se eu até entendo que haja livros de receitas para a Bimby, o que eu não entendo é blogs de culinária que eu até gostava de seguir, que a partir do momento em que adquiriram uma Bimby deixaram de publicar receitas para o comum mortal e é só aquela merda, mesmo que seja o raio do leite creme. Eu sei que já que deram mil e tal euros por aquela treta têm que fazer com que valha minimamente o investimento, eu percebo, eu também o faria, se comprasse aquilo acho que até o leite com chocolate lá fazia, mas porra, há maneiras de fazer comida que não envolvem a Bimby, sim?
A sério que não percebo, aquilo parece um culto! Amigos vamos lá ver uma coisa, têm noção que a grande maioria das pessoas não tem Bimby, certo? Agora vão-se curar, se faz favor.




2 comentários:

Rute Ramos disse...

Sem comentários.....
Devemos respeitar todas as opiniões, e a bimby não e um culto, uma seita, de facto da mto jeito e existem sites de culinária para todos com e sem bimby..,
Não percebo este estilo de post, tenho bimby e não me necessito de curar..,

Fifi disse...

Rute, este post é uma sátira uma generalização em tom de gozo. Obviamente (e felizmente!) hão-de existir pessoas com dois dedinhos de testa que compram Bimbys porque efectivamente lhes dão jeito e são uma mais valia para as suas vidas, por variados motivos, como referi por exemplo: não terem tempo para cozinhar "convencionalmente", não terem jeito ou não gostarem, etc. E felizmente há também muita gente que depois de comprar uma Bimby não passa a agir como se toda a gente tivesse uma. O que eu critico não é o facto de ter Bimby, que isso posso ter a minha opinião mas apenas diz respeito à minha vida e às minhas opções, não às dos outros. O que eu critico é gente que não pensa. Gente que tem uma Bimby porque toda a gente tem (podes não conhecer gente assim, mas eu conheço e não sou poucas), gente que age como se cozinhar sem Bimby fosse impossível ou algo de outro Mundo. O que eu critico não é a Bimby nem as pessoas que têm Bimby no geral, mas sim aquelas que não têm dois dedinhos de testa em particular.
Eu sei que tens uma Bimby, já comi coisas feitas por ela (levadas por vocês no Natal e assim) mas nunca te ouvi falar obsessivamente sobre a Bimby como já ouvi outras pessoas. Continuação de bons cozinhados :)